Sobre o conteúdo das Provas

As provas da OBN serão divididas nos três dias e em quatro etapas, sendo a pontuação máxima de 100 pontos obtida, conforme a seguinte divisão:

  • Morfologia do Sistema Nervoso – Avaliação prática/teórica (25%), que envolve conteúdos de embriologia, citologia, histologia e anatomia macroscópica do sistema nervoso. Os candidatos serão apresentados às amostras histológicas preparadas ou de tecido nervoso humano conservado ou às imagens das mesmas. Os estudantes deverão lembrar os nomes e/ou funções das células, tecidos ou estruturas celulares e/ou histológicas e/ou peças indicadas e responder de modo objetivo ou discursivo em suas folhas de resposta, conforme indicação no dia da prova.
  • Neurociências Básicas – Avaliação teórica (25%), que envolve responder as questões objetivas apresentadas. As respostas deverão ser marcadas em um cartão (ou caderno) de respostas dentro do prazo  de tempo estabelecido e divulgado no dia da competição. Nesta etapa serão abordados temas básicos e avançados (conhecimentos gerais) em neurociências, como, por exemplo desenvolvimento, organização funcional, excitabilidade e sinalização neuronal, sistemas sensoriais e motores, comportamentos, aprendizagem, memória, linguagem, sono, mecanismos de ação de drogas, envelhecimento, dentre outros.
  • Neurociências Clínicas – Avaliação prática/teórica (25%), que envolve a utilização de casos clínicos (apresentação de vídeos, dramatizações, desafios) a serem desvendados pelos candidatos. Nesta etapa os candidatos assistirão a vídeos ou apresentação de quadros clínicos por atores (alunos/professores ou outros profissionais), sendo cada apresentação com duração de 1-2 minutos.  Será avaliado também o domínio e conhecimento sobre exames laboratoriais e/ou clínicos para o diagnóstico de doença neurológica do paciente, conforme a escolha de uma das seguintes desordens: transtorno bipolar, epilepsia, dislexia, TDAH, TDC, doença de Parkinson, dependência/addição, doença de Alzheimer, doença de Huntington, acidente vascular cerebral/encefálico (AVC/AVE), Síndrome de Korsakoff, Trauma /Lesão raquimedular, Doenças do Príon – Doença de Creutzfeldt-Jakob, Síndrome de Down, esquizofrenia, depressão, TOC, esclerose múltipla, esclerose lateral amiotrófica, síndrome de Tourette, hidrocefalia, paralisia cerebral, síndromes neurológicas relacionadas à SIDA, dor crônica e TEA. Poderão ser abordados os seguintes exames para teste diagnóstico: Teste de Inteligência, Teste de Memória, Exame sanguíneo (Hemograma), Teste de DNA, Punção Lombar, Aferição de Pressão Arterial, Biópsa e Neuropatologia, Teste de condução nervosa, Avaliação de reflexos, Avaliação motora, Avaliação sensorial, Eletroencefalograma, Eletromiografia, Estudo de fluxo sanguíneo cerebral, Tomografia Computadorizada (CT scan), Tomografia por Emissão de Pósitrons (PET scan), Imagem de Ressonância Magnética Funcional (functional MRI), Imagem de Ressonância Magnética (MRI scan).
  • Live Questions – Avaliação teórica (25%) discursiva, que envolve responder a perguntas apresentadas oralmente e corrigidas por uma comissão julgadora, na medida em que as mesmas forem sendo respondidas. O tempo para responder a cada uma das perguntas abertas será de no máximo 1 (um) minuto. Nesta etapa as questões podem abordar todos os temas anteriormente avaliados (morfologia do sistema nervoso, neurociências básicas e clínicas), envolvendo conhecimentos gerais tais como: desenvolvimento, organização funcional, excitabilidade e sinalização neuronal, sistemas sensoriais e motores, comportamentos, aprendizagem, memória, linguagem, sono, doenças/distúrbios, mecanismos de ação de drogas, envelhecimento, dentre outros.



Link permanente para este artigo: http://cienciasecognicao.org/brazilianbrainbee/sobre-o-conteudo-das-provas/

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.