↑ Retornar para Ensino Pós-Graduação

Imprimir Página

Neuroanatomia – IPUB

NEUROANATOMIA

 

Docente Responsável:
Alfred Sholl Franco

I. EMENTA
Esta disciplina visa introduzir os conhecimentos básicos em morfologia (embriologia, citologia, histologia e anatomia) do sistema nervos, de modo integrativo ao funcionamento deste sistema. Serão trabalhados os seguintes temas: Histórico e introdução à organização do sistema nerovoso; Desenvolvimento e organização do sistema nervoso; As células do sistema nervoso, fibras nervosas, nervos, terminações; As meninges, o líquido cérebro-espinhal e as barreiras hemato-encefálica e hemato-líquido cérebro-espnhal; A medula espinhal, tratos ascendentes e descendentes, mapas; Tronco encefálico, cerebelo e suas conexões; O cérebro: estrutura e localizações funcionais no córtex cerebral; Os núcleos da base, suas conexões e papéis no comando motor; Os núcleos dos nervos cranianos e suas conexões; O tálamo, seus núcleos e suas conexões; O sistema nervoso autônomo; Hipotálamo e os centros de controle motivacional e emocional; Amigdala e o hipocampo.

A aula prática será ministrada com modelos anatomicos e peças plastinadas de sistema nervoso humano e de outros vertebrados.

 

NEUROANATOMIA

DATA

HORÁRIO

ASSUNTO

1a

03/12

Aula 1.1 Apresentação da disciplina. Histórico e introdução.

Aula 1.2 Desenvolvimento e organização do sistema nervoso.

Aula 1.3 As células do sistema nervoso, fibras nervosas, nervos, terminações.

2a

03/12

Aula 2.4 As meninges, o líquido cérebro-espinhal e as barreiras hemato-encefálica e hemato-líquido cérebro-espnhal.

Aula 2.5 A medula espinhal, tratos ascendentes e descendentes, mapas.

3a

10/12

Aula 2.6 Tonco encefálico, cerebelo e suas conexões.

Aula 3.1 O cérebro: estrutura e localizações funcionais no córtex cerebral.

Aula 3.2 Os núcleos da base, suas conexões e papéis no comando motor.

Aula 3.3 Os núcleos dos nervos cranianos e suas conexões.

4a

10/12

Aula 3.4 O tálamo, seus núcleos e suas conexões.

Aula 4.5 O sistema nervoso autônomo.

Aula 4.6 Hipotálamo e os centros de controle motivacional e emocional.

 

MATERIAL DIDÁTICO (APRESENTAÇÕES EM FORMATO PDF)

2016-aula-neuroanatomia-ipub-alfred-sholl-parte-1

2016-aula-neuroanatomia-ipub-alfred-sholl-parte-2

2016-aula-neuroanatomia-ipub-alfred-sholl-parte-3

2016-aula-neuroanatomia-ipub-alfred-sholl-parte-4

 

BIBLIOGRAFIA BÁSICA

  • SHOLL-FRANCO, A. (2015). Bases morfofuncionais do sistema nervoso In: Neuropsicologia Hoje. 2a. Edição (pp. 25-48). Porto Alegre: Grupo A Artmed.
  • SOBOTTA, Johannes et al.. (2012). Sobotta atlas de anatomia humana. 23. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan.
  • Purves, D.; Augustine, G.J.; Fitzpatrick, D.; Katz, L.C.; LaMantia, A.-S. e McNamara, J.O. (2005). Neurosciências. 2ª  Edição. Porto Alegre: Artmed Editora.
  • Snell, R.S. (2003). Neuroanatomia Clínica para Estudantes de Medicina. 5ª Edição. Rio de Janeiro: Ed. Guanabara Koogan.
  • Yokochi, C., Lütjen-Drecoll, E. e Rohen, J.W. (2002). Anatomia Humana – Atlas Fotográfico de Anatomia Sistêmica e Regional. 5a Edição. São Paulo: Ed. Manole.
  • HOWARD-JONES, P. (2010). Introducing Neuroeducational Research: Neuroscience, Education and the Brain from Contexts to Practice. Abingdon: Routledge.

 

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

  • Lambert, K. e Kinsley, G.H. (2006). Neurociência Clínica – as bases neurobiológicas da saúde mental. Porto Alegre: Artmed Editora.
  • Schiffman, H.R. (2005). Sensação e percepção. 5ª Ed. Rio de Janeiro: Editora LTC.
  • Lent, R. (2004). Cem Bilhões de Neurônios – Conceitos Fundamentais de Neurociências. 2ª Ed. São Paulo, Atheneu.
  • Lundy-Ekman, N. (2004). Neurociência: Fundamentos para a reabilitação. 2ª Ed. Rio de Janeiro: Editora Elsevier.
  • Kandel, E.R. Schwartz, J.H. e Jessel, T.M. (2003). Fundamentos da Neurociência e do Comportamento. São Paulo: Ed. Manole.
  • Bear, M.F.; Connors, B.W. e Paradiso, M.A. (2002). Neurociências – Desvendando o Sistema Nervoso. Porto Alegre, ArtMed Editora.
  • Kierman, J.A. (2002). Neuroanatomia Humana de Barr. 7a Edição. São Paulo: Ed. Manole.
  • Carlson, N. (2002). Fisiologia do Comportamento. São Paulo: Ed. Manole.
  • Kolb, B. e Wishaw, I. Q.  (2002). Neurociência do Comportamento. São Paulo: Ed. Manole.
  • PICKERING, S. J.; HOWARD-JONES, P. (2007). Educators’ views on the role of neuroscience in education: findings from a study of UK and international perspectives. Mind Brain Educ. 1, 109–113.
  • HOOK, C.; FARAH, M. (2012). Neuroscience for educators: what are they seeking, and what are they finding? Neuroethics. doi: 10.1007/s12152-012-9159-3
  • HUTTENLOCHER, P.R. (2002). Neural plasticity: The effects of the environment on the development of the cerebral cortex. Cambridge (MA): Harvard University Press.
  • RIESGO, R. (2006). Anatomia da Aprendizagem. Em: ROTTA, N.T.; OHLWEILER, L.; DOS SANTOS RIESGO, R. (2007). Transtornos da aprendizagem: abordagem neurobiológica e multidisciplinar. (pp. 21-42). Porto Alegre: Artmed.
  • SHOLL-FRANCO, A. (2015). Ponto de Vista: Deturpações e Oportunismos. Revista Neuroeducação, 3: 66.
  • THOMAS, M.S.C.; KNOWLAND, V.C.P. (2009). Sensitive periods in brain development: Implications for education policy. Touch Briefings of Brain Development, 2 (1), 17-20.

 

Link permanente para este artigo: http://cienciasecognicao.org/cecnudcen/?page_id=675