Neurociências e Direito se encontram em mesa-redonda no Museu da Justiça

Prof. Dr. Alfred Sholl Franco (UFRJ), Profa. Dra. Fabiana Rodrigues Barletta (UFRJ), Dr. Antonio Pedro Melchior (advogado), e Dra. Isabel Teresa Pinto Coelho (TJRJ).

Em 15 de março  de 2016, o Museu da Justiça promoveu em parceria com Ciências e Cognição o debate “O Judiciário e a Questão da Saúde Mental”. A atividade reuniu especialistas das áreas de neurociências e Direito, como parte da programação da “VII Semana do Cérebro: uma mente sã num corpo são“, coordenado por Ciências e Cognição e diversos parceiros. Esta foi a primeira participação do Museu da Justiça entre as instituições parceiras.

A mesa-redonda contou com a participação do Prof. Dr. Alfred Sholl Franco (neurocientista e professor do Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho, da Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ), da Profa. Dra. Fabiana Rodrigues Barletta (Professora e pesquisadora da Faculdade Nacional de Direito, da Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ), do Dr. Antonio Pedro Melchior (advogado, membro do Fórum Permanente de Direito e Psicanálise, da EMERJ), da Dra. Isabel Teresa Pinto Coelho (magistrada, presidente do Fórum Permanente de Direito e Saúde, da Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro – EMERJ) e mediação do Prof. Dr. Glaucio Aranha (Organização Ciências e Cognição – OCC; Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro – TJRJ).IMG_20160315_155223655_HDR

Os debates trataram de questões atuais da fronteira entre o Judiciário e a Saúde Mental, tais como: desafios e conquistas após 15 anos da reforma psiquiátrica; a polêmica noção de normalidade mental nas demandas do judiciário; biopoder; o judiciário e os pareceres médicos e psicológicos.

Local:

Museu da Justiça – Rua D. Manoel 29, 3.º andar – Sala da Câmara Isolada, centro, Rio de Janeiro – RJ. (21) 3133-3766; 3133-3768 ou museudajustica@tjrj.jus.br

IMG_20160315_174702443_HDR
Museu da Justiça promoveu em parceria com Ciências e Cognição o debate “O Judiciário e a Questão da Saúde Mental”

 

Deixe uma resposta