[#3] Link


Crônicas - Capa 00 - webTítulo: NEURAVENTURA – CRÔNICAS DA RESISTÊNCIA

  • Criadores: Glaucio Aranha e Alfred Sholl Franco
  • Roteiro: Glaucio Aranha
  • Arte e Capa: Rodrigo Azevedo
  • Letras: Rodrigo Azevedo
  • Consultoria Científica: Alfred Sholl

Anteriormente [Parte 2 – File Error – Memória corrompida]: Após o funeral de Nora, Heitor retorna para São Paulo onde é procurado por Eduardo, um agente da célula de resistência Comando Imuno. Eduardo estava desaparecido e agora apresenta quadro de amnésia, causada pela ação de nanitas. Heitor imuniza Eduardo e informa a Eduardo que seu desaparecimento foi a razão que levou Nora Freitas a morrer. Eduardo é enviado por Heitor ao Rio para quem cumpra uma missão na qual Nora trabalhava.


Parte 2: FILE ERROR – MEMÓRIA CORROMPIDA

Gustavo: “Faz alguns anos que conheci Alex. O garoto era imune e pude perceber isso facilmente. Rapidamente, identifiquei seu potencial. Foi assim que uma mera ação de proteção a um adolescente me fez ter contato com este raro caso de pessoa com altas habilidades, muito altas por sinal. Alex tem uma fantástica múltiplas inteligência, Sua capacidade lógico-matemática, linguística e corporal-sinestésica são assustadoras. as inteligências espacial e existencial estão também acima da média. O próprio Alex foi se tornando cada vez mais próximo. Aos poucos, fui instruindo-o sobre o cenário global no qual vivemos e para minha surpresa ele quis mergulhar mais e mais neste universo.”

“A princípio, eu deveria reportar ao meus superiores sua existência e localização, pois um imune além de ser raro é alvo de nossos maiores adversários. Apesar de ser um indivíduo bastante racional, por vezes eu me entrego a certas intuições e uma delas envolveu este garoto. Preferi tê-lo por perto, mas ocultando sua rara condição e apresentando-o apenas como meu novo estagiário, o que até não deixa de ser verdade, hoje.”

Page 6

11

Gustavo: Hoje, Alex é um dos mais hábeis neurohackers do mundo. É capaz de controlar um nanita como se fosse uma bicicleta. É um programador e coder genial. No momento, ele está navegando dentro do meu sistema nervoso, testando um novo protótipo de nanita, que desenvolvemos aqui no laboratório; fruto do processo de quase cinco anos.

Page 7

12

Alex: “Da última vez que naveguei um nanita dentro do corpo do Gustavo, eu descobri que ele havia sido contaminado por um modelo de nanorobô que nunca vimos. Tentamos usar os nanitas de bloqueio padrão, mas não houve resposta. Acho que esse nanita não só conseguirá ser eficaz para imuniza-lo, mas também poderá se autoaperfeiçoar. Não entendo porque é que ele não confia em mim para fazer isso.

Page 8

© 2012. Ciências e Cognição. Todos os direitos reservados.

 

Deixe um comentário