Transtorno do Espectro Autista: diagnósticos diferenciais, por Gustavo Wolff Cardoso

O Transtorno do Espectro autista (TEA) é uma desordem de base biológica do desenvolvimento neurológico caracterizada por déficits persistentes na comunicação e interação social associados a restrições e repetições de padrões de comportamento, interesse e atividades [1]. A prevalência do TEA aumentou ao longo dos anos, particularmente desde o final … Continue lendo…

Pais e cuidadores-parte 1: como ajudar sua criança na escola-por Elisabete Castelon Konkiewitz

Neste vídeo a Profa. Dra. Elisabete Castelon Konkiewitz se dirige aos pais/ cuidadores de crianças com problemas na escola. Fornece algumas orientações sobre como ajudá-las a superar suas dificuldades. Continue lendo…

Saúde mental na adolescência: busca de ajuda- por Elisabete Castelon Konkiewitz

A Profa Dra Elisabete Castelon Konkiewitz procura neste vídeo conscientizar e alertar os adolescentes e suas famílias para a necessidade de busca de ajuda em situações de problemas/dificuldades emocionais. Continue lendo…

QUAIS AS CONSEQUÊNCIAS DO TRANSTORNO DE ESTRESSE PÓS-TRAUMÁTICO E DO TRANSTORNO DO USO DE SUBSTÂNCIAS NA SAÚDE DE UM INDIVÍDUO HIV POSITIVO? – por Mariana Angélica da Silva Miranda e Isabella Fernandes de Azambuja Vedovato

Resenha do artigo: Understanding the interface of HIV, trauma, post traumatic stress disorder, and substance use and its implications for health outcomes D. J. Brief, A. R. Bollinger, M. J. Vielhauer, J. A. Berger-Greenstein, E. E. Morgan, S. M. Brady,  L. M. Buondonno, T. M. Keane. For The HIV/AIDS Treatment … Continue lendo…

O QUE AS ADVERSIDADES NA INFÂNCIA TÊM PARA NOS DIZER SOBRE A PREVENÇÃO DO HIV? – por Brenda Barzotto Arnold e Murilo Higa Cimatti de Andrade Kratz Resenha do artigo: Fang, L., Chuang D.M., Lee, Y. Adverse childhood experiences, gender, and HIV risk behaviors: Results from a population-based sample. Preventive Medicine Reports 4 (2016) 113-120.

A identificação de características preditivas em um indivíduo é foco em diversas áreas do conhecimento humano. Na educação, podemos tomar como exemplo os diversos perfis de alunos e suas necessidades, que levam ao desenvolvimento de teorias e formulação de estudos para obter o máximo de desenvolvimento intelectual possível para aquela … Continue lendo…

Deprivação física e emocional na infância: experiência com crianças de orfanatos da Romênia- por Vitor Colpo e Bruno Ernandes

Resenha do artigo “Child-to-adult neurodevelopmental and mental health trajectories after early life deprivation: the young adult follow-u of the longitudinal English and Romaniena Adoptees study   A deprivação física e emocional na infância é um fator de risco para o surgimento de doenças mentais na vida adulta , porém seu … Continue lendo…

Depressão e resiliência em mulheres com infecção pelo HIV-resenha do artigo “Depression and resilience in women with HIV and early life stress: does trauma play a mediating role? A cross-sectional study”- por Bruno Ernandes e Vitor Colpo

    O surgimento da terapia antirretroviral e o aumento da expectativa de vida de indivíduos infectados com o vírus HIV trouxe consigo o aumento da prevalência de morbidades psiquiátricas, como depressão e ansiedade, nesses indivíduos. A prevalência de depressão em portadores do vírus HIV chega a ser de duas … Continue lendo…

EPIGENÉTICA E ADIÇÃO: MECANISMOS QUE GERAM A DEPENDÊNCIA QUÍMICA-por Ana Claudia Hanel Salamoni, Géssika Biatrissy Gutierrez de Moraes Pereira, Luciana Squarizi dos Santos, Raisa Karla Pires de Lima

  INTRODUÇÃO     Desde a época das sociedades mais primitivas, existe o consumo de substâncias psicotrópicas e, no mundo atual, o abuso dessas substâncias tem se tornado um problema comum e crescente (1). Sabe-se que fatores de ordem social, psicológica e econômica estão envolvidos na exposição do indivíduo às … Continue lendo…

A neurobiologia da formação de vínculo com pais cuidadores e com pais abusivos – resenha do artigo “The neurobiology of Attachment to Nurturing and Abusive Caregivers” por Lucas Shuiti

Regina M. Sullivan. Hastings Law Journal, 2012 Aug;63(6):1553-1570.  http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3774302/   Diversos estudos concluíram que o desenvolvimento do cérebro se faz em um palco onde a genética e as experiências da infância são os atores principais, por serem responsáveis por alterar a estrutura e o funcionamento cerebral com o intuito de … Continue lendo…