Neurobiologia da obesidade- por Camila Betelli e Thais Moreira

  Introdução     Segundo o INBIO (Instituto Brasileiro Interdisciplinar da Obesidade) a obesidade é considerada uma síndrome multifatorial, em que a genética, o ambiente e o metabolismo interagem, assumindo diferentes quadros clínicos, nas diversas realidades socioeconômicas. Embora seja um tema recorrente da atualidade, a obesidade é observada e analisada… Continue lendo…

Livro para educadores, psicólogos, pais e interessados: “Criança, Família e Escola: Promovendo o desempenho e a saúde emocional do seu filho”. Autores-Elisabete Castelon Konkiewitz e Miguel Ângelo Boarati-Editora Pulso-São José dos Campos, 2015. Interessados poderão comprar pelo site: http://www.pulsoeditorial.com.br/crianca-familia-e-escola.html

“A escolarização é a tarefa de vida mais importante para a criança na meninice. Conseguir ficar em um novo ambiente, separar-se por um período dos pais, estabelecer novos contatos, afirmar-se diante do grupo, lidar com situações desconhecidas, além de lidar com tarefas competitivas e com situações de avaliação não são… Continue lendo…

EPIGENÉTICA E ADIÇÃO: MECANISMOS QUE GERAM A DEPENDÊNCIA QUÍMICA-por Ana Claudia Hanel Salamoni, Géssika Biatrissy Gutierrez de Moraes Pereira, Luciana Squarizi dos Santos, Raisa Karla Pires de Lima

  INTRODUÇÃO     Desde a época das sociedades mais primitivas, existe o consumo de substâncias psicotrópicas e, no mundo atual, o abuso dessas substâncias tem se tornado um problema comum e crescente (1). Sabe-se que fatores de ordem social, psicológica e econômica estão envolvidos na exposição do indivíduo às… Continue lendo…

Dependência de Álcool – por Ariadne Belavenutti Magrinelli. In: “Tópicos em Neurociência Clínica”-Elisabete Castelon Konkiewitz-editora UFGD-2009

INTRODUÇÃO O vício, do ponto de vista farmacológico, pode ser definido por processos como tolerância, sensibilização, dependência e abstinência. Tolerância refere-se a um progressivo enfraquecimento do efeito de determinada droga após exposição repetida, o que pode contribuir para um aumento da ingestão à medida que o vício prossegue. Sensibilização, ou… Continue lendo…

Opióides no tratamento da dor crônica: mecanismos de dependência e o papel do glutamato no desenvolvimento da tolerância por Andressa Mendonça Davi, Letícia Teixeira, Natalha Bristot Paurosi e Thiago Cunha Rodrigues.

(Autores: Andressa Mendonça Davi, Letícia Teixeira, Natalha Bristot Paurosi e Thiago Cunha Rodrigues) A dor crônica afeta cerca de 20% da população nos países desenvolvidos.¹ Mulheres e idosos compõem os grupos mais afetados². Há ainda, um consenso atual de que existe uma alta prevalência de dor crônica em nações industrializadas³.… Continue lendo…