DEPENDÊNCIA DE COCAÍNA e INFECÇÃO PELO VÍRUS HIV-por GUSTAVO ROBERTO VILLAS BOAS e THIAGO PAULUZI JUSTINO

INTRODUÇÃO           A associação entre a Dependência do uso de cocaína/crack e a infecção pelo HIV vem mostrando ser uma combinação perigosa, atuando de forma sinérgica no comprometimento no Sistema Nervoso Central (SNC). O HIV é um retrovírus neurotrópico que infecta as células da micróglia, levando a produção de citocinas, … Continue lendo…

COMPLICAÇÕES NEUROLÓGICAS DO USO DA COCAÍNA E DO CRACK-NATALHA BRISTOT PAUROSI

Cocaína A cocaína é um alcalóide natural extraído da planta Erythroxylon coca, estimulante do SNC e anestésico local. Pode provocar efeitos físicos e psíquicos agudos importantes, tanto em usuários crônicos, eventuais ou iniciantes, instabilizar problemas clínicos de base ou ainda gerar complicações clínicas pelo uso prolongado. Boa parte dos indivíduos … Continue lendo…

Anfetamina, cocaína e HIV: um perigoso coquetel para o cérebro-por Patrícia Viegas

    INTRODUÇÃO   A prevalência da infecção pelo vírus da Imunodeficiência Humana (HIV) vem crescendo em escala global e tornou-se, atualmente, um dos grandes problemas de saúde mundial. Segundo dados da UNAIDS/WHO, no fim de 2011, estimou-se que existam no mundo 34 milhões de pessoas vivendo com o vírus, … Continue lendo…

Cocaine and crack addiction and HIV-infection: a dreadful synergy threatening the brain-by Edward B. Ziff, Cândida Aparecida Leite Kassuya, and Elisabete Castelon Konkiewitz

Neurociências • Ano 2015 • Volume 11 • Nº 2  http://www.portalatlanticaeditora.com.br/index.php/neurocienciasepsicologia/article/download/60/89. With the advent of combined antiretroviral therapy (CART), AIDS care entered a new era as HIV infection became a chronic disease and people living with HIV (PLHIV) could expect greatly extended lifespans. However, as PLHIV lived longer, other issues … Continue lendo…

EPIGENÉTICA E ADIÇÃO: MECANISMOS QUE GERAM A DEPENDÊNCIA QUÍMICA-por Ana Claudia Hanel Salamoni, Géssika Biatrissy Gutierrez de Moraes Pereira, Luciana Squarizi dos Santos, Raisa Karla Pires de Lima

  INTRODUÇÃO     Desde a época das sociedades mais primitivas, existe o consumo de substâncias psicotrópicas e, no mundo atual, o abuso dessas substâncias tem se tornado um problema comum e crescente (1). Sabe-se que fatores de ordem social, psicológica e econômica estão envolvidos na exposição do indivíduo às … Continue lendo…