Não é o meu querido. É um impostor: síndrome de Capgras e outros transtornos de identificação-por Elisabete Castelon Konkiewitz

DELÍRIO: UMA HISTÓRIA IRREAL CRIADA PELA SUA MENTE, por Elisabete Castelon Konkiewitz Delírio é uma crença fantasiosa, porém inabalável, ou seja, uma convicção que resiste a todas as evidências externas do contrário. Seus conteúdos são os mais diversos, por exemplo, delírio de perseguição (paranóide), de culpa, de grandeza, de infestação,… Continue lendo…

Amor, paixão e loucura: ciúme obsessivo e delirante (síndrome de Otelo)-por Elisabete Castelon Konkiewitz

DELÍRIO: UMA HISTÓRIA IRREAL CRIADA PELA SUA MENTE, por Elisabete Castelon Konkiewitz Delírio é uma crença fantasiosa, porém inabalável, ou seja, uma convicção que resiste a todas as evidências externas do contrário. Seus conteúdos são os mais diversos, por exemplo, delírio de perseguição (paranóide), de culpa, de grandeza, de infestação,… Continue lendo…

RECOMPENSA E ADIÇÃO- por Thiago Lima de Almeida.

INTRODUÇÃO             Os seres humanos e a maioria dos animais sobrevivem por meio de mecanismos regulatórios e não regulatórios que mantêm todas as atividades fisiológicas e comportamentais. Um indivíduo que apresenta pressão arterial dentro dos limites e valores de referência para a idade é o resultado de constante manutenção dos… Continue lendo…

“O processo” de Franz Kafka e as Neurociências: bases neurobiológicas do delírio- um esboço de ensaio-por Elisabete Castelon Konkiewitz

O.I O romance A história de “O Processo” se inicia subitamente, quando o personagem principal, Josef K.,  é surpreendido pela manhã em seu quarto por dois homens desconhecidos. Ele então descobre que os mesmos são policiais, funcionários da Justiça, e que ele está preso. Os guardas, porém, não sabem e… Continue lendo…

APONTAMENTOS SOBRE A ESQUIZOFRENIA, por Daniel Salmi Valadão Borges

INTRODUÇÃO Da Demência Precoce à Esquizofrenia: evolução histórica da compreensão de uma doença ainda não compreendida Demência Precoce foi um termo utilizado pela primeira vez por Arnold Pick em 1891 (AMARAL, 2014), e posteriormente adotado por Emil Kraepelin na quarta edição de seu “Tratado de Psiquiatria” para descrever processos psiquiátricos… Continue lendo…

Filmagem da palestra “O processo de Franz Kafka-delírio paranóide de uma mente esquizofrênica?”-Elisabete Castelon Konkiewitz https://www.youtube.com/watch?v=H5U0W91bRhc&t=48s

Palestra da Profa Dra Elisabete Castelon Konkiewitz sobre a obra de Franz Kafka. É proposta uma possível leitura que concilia a literatura, a fenomenologia do delírio e a neurobiologia da esquizofrenia. A palestra foi parte do IV Simpósio Internacional de Neurociências da Grande Dourados.   A história de “O Processo” se… Continue lendo…

Impulsividade: quando a gente se joga sem pensar- por Christiane Dias dos Anjos Cunha

Por que algumas pessoas têm medo e refletem demoradamente entes de tomarem qualquer pequena decisão, enquanto outras agem aparentemente sem pensar? Por que algumas pessoas tomam atitudes sabidamente autodestrutivas por não conseguirem obter controle sobre seus impulsos? Por que algumas pessoas inteligentes e críticas ficam presas a vida toda num… Continue lendo…

COMPLICAÇÕES NEUROLÓGICAS DO USO DA COCAÍNA E DO CRACK-NATALHA BRISTOT PAUROSI

Cocaína A cocaína é um alcalóide natural extraído da planta Erythroxylon coca, estimulante do SNC e anestésico local. Pode provocar efeitos físicos e psíquicos agudos importantes, tanto em usuários crônicos, eventuais ou iniciantes, instabilizar problemas clínicos de base ou ainda gerar complicações clínicas pelo uso prolongado. Boa parte dos indivíduos… Continue lendo…