Estado vegetativo e estado minimamente consciente: como diferenciá-los clinicamente? por Janieli Monteiro Lima Cabreira, Jaquelyne Oliveira Silva, Lorene Maira Vasques e Pedro Fonseca Ferreira

 RESUMO               A diferenciação clínica entre o Estado Minimamente Consciente (EMC) e o Estado Vegetativo (EV) constitui-se em um importante desafio enfrentado pelas equipes médicas intensivistas, uma vez que esta é crucial para as tomadas de decisão de fim de vida, já que estes dois grupos de pacientes apresentam… Continue lendo…

IV International Grand Dourados Neuroscience Symposium-October, 4th-7th, 2017-http://neurocienciasdourados.com.br/index.html

    A Faculdade de Ciências da Saúde (FCS) da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) vem com alegria anunciar e convidar a todos para o IV International Grand Dourados Neuroscience Symposium, o qual ocorrerá entre 04 e 07 de outubro de 2017. Esta é a quarta edição internacional do… Continue lendo…

NEUROBIOLOGIA DO SONO E PRIVAÇÃO DO SONO EM ACADÊMICOS DE MEDICINA-por Bruno Corrêia Ernandes e Ronaldo Dornelas de Faria Júnior.

RESUMO   Dormir é uma necessidade de qualquer ser humano e indispensável à vida. Ao contrário do que se pensava no passado, que o sono é um processo passivo e momento de inatividade cerebral, vias ativas moduladoras induzem ao sono, período em que o cérebro apresenta diversos padrões de atividade… Continue lendo…

Sonho e Sonhos: bases neurobiológicas, atividade cerebral e teorias interpretativas de seu conteúdo – por Elimar Mayara de Almeida Menegotto-extraído do livro “Tópicos em Neurociência Clínica”-Elisabete Castelon Konkiewitz-editora UFGD-2009

   1 INTRODUÇÃO O sono e os sonhos são misteriosos. A cada noite, abandonamos nossos companheiros, nosso trabalho e nosso lazer e entramos no retiro do sono. Temos somente controle limitado sobre a decisão; podemos adiar o sono por algum tempo, mas somos inevitavelmente vencidos por ele. Gastamos aproxi­madamente um… Continue lendo…

ASPECTOS NEUROPSICOLÓGICOS DO DESENVOLVIMENTO COGNITIVO DA CRIANÇA: SONO, MEMÓRIA, APRENDIZADO E PLASTICIDADE NEURAL-por Sérgio Arthuro Mota Rolim, extraído do livro “Aprendizagem, comportamento e emoções na infância e na adolescência-uma visão transdisciplinar”- Elisabete Castelon Konkiewitz (Org.) editora UFGD, 2013.

Breve histórico, conceitos atuais e funções do sono   As primeiras referências escritas sobre sono vêm da Grécia antiga, através dos filósofos Sócrates e Platão, há aproximadamente 2300 anos. Sócrates é considerado o pai da filosofia, mas curiosamente nunca deixou nada escrito, sendo todos os seus pensamentos registrados pelo seu… Continue lendo…