“Ansiedade generalizada, o medo da vida e o desejo de controle”, por Elisabete Castelon Konkiewitz

No fundo, no fundo, ansiedade é medo. E assim, o transtorno de ansiedade generalizada corresponde ao medo generalizado, ou seja, uma sensação desagradável de apreensão e insegurança, por vezes mais consciente, por vezes subliminar, porém sempre presente. Em alguns, a experiência é predominantemente psíquica, com preocupações contínuas, insônia, irritabilidade, dificuldade… Continue lendo…

Arteterapia na Psiquiatria e na Neurologia

Publicado em “Neurociências em Debate” | A arteterapia também pode ajudar a tolerar dividir um ambiente com outras pessoas, ajudando pessoas com fobia social, agorafobia, depressão, espectro do autismo, dentre outras situações. Continue lendo…

Pais e cuidadores-parte 2: como ajudar sua criança na escola-por Elisabete Castelon Konkiewitz

Neste vídeo a Profa. Dra. Elisabete Castelon Konkiewitz se dirige aos pais/ cuidadores de crianças com problemas na escola. Fornece algumas orientações sobre como ajudá-las a superar suas dificuldades. Continue lendo…

O homem moderno: sua tristeza e seu medo – por Elisabete Castelon Konkiewitz

Do ponto de vista neurobiológico, a tristeza é uma resposta normal do cérebro a experiências negativas, especialmente se estas experiências são inesperadas, e se não há saída, ou seja, independentemente da estratégia utilizada, o sofrimento se mostra inescapável. Já o medo é uma resposta a experiências (reais ou imaginadas) de… Continue lendo…

A oxitocina e a ansiedade social, por Ana Claudia Piccinelli. Resenha do artigo Oxytocin in General Anxiety and Social Fear: A Translational Approach. NEUMANN, I. D.; SLATTERY, D. A. Biol Psychiatry, Jun 2015.

Dentre as doenças psiquiátricas mais comuns estão aquelas relacionadas à ansiedade, descritas com prevalência de até 30%. Normalmente são prescritos como tratamento benzodiazepínicos, beta-bloqueadores, antidepressivos e psicoterapia. Entretanto, esses tratamentos levam apenas a uma melhora parcial. Além disso, as taxas de recorrência dos sintomas são elevadas.    Critérios para o… Continue lendo…

O polimorfismo genético do BDNF e seu papel na reconsolidação e na atualização das memórias, por Isabelle Monte e Lizia Kinsley – Uma resenha do artigo “Preventing the Return of Fear Using Reconsolidation Update Mechanisms Depends on the Met-Allele of the Brain Derived Neurotrophic Factor Val66Met Polymorphism”

Sabemos que o processo de formação e consolidação de memórias está relacionado com diversos mecanismos complexos que envolvem regiões do córtex, a amígdala e o hipocampo e também aspectos neuro-humorais, com diversos sinalizadores envolvidos nesse processo, dentre os quais o fator neurotrófico derivado do cérebro (cuja sigla em inglês é… Continue lendo…

A infância é a fase mais feliz da vida. Criança não tem problemas. Será? Ansiedade e depressão na infância e o impacto sobre o aprendizado- um texto para educadores, por Elisabete Castelon Konkiewitz

  Depressão  A depressão é doença freqüente também em crianças. Estatísticas americanas apontam para uma frequência de 0,9% em pré-escolares, 1,9% em ecolares e 4,7% em adolescentes. Existe forte predisposição familiar, havendo um padrão de herança provavelmente do tipo poligênico, multifatorial. As manifestações podem ser tão diversas, que é preciso… Continue lendo…