O homem moderno: sua tristeza e seu medo – por Elisabete Castelon Konkiewitz

Do ponto de vista neurobiológico, a tristeza é uma resposta normal do cérebro a experiências negativas, especialmente se estas experiências são inesperadas, e se não há saída, ou seja, independentemente da estratégia utilizada, o sofrimento se mostra inescapável. Já o medo é uma resposta a experiências (reais ou imaginadas) de… Continue lendo…

“O Morro dos Ventos Uivantes”, a Metafísica do Amor e a Neurobiologia Evolutiva- por Elisabete Castelon Konkiewitz

Esta palestra propõe um diálogo entre a literatura, a metafísica do amor e a neurobiologia do amor. O objetivo é estabelecer uma relação entre diferentes campos, contribuindo para a construção da matriz de pensamento contemporânea sobre o encontro das neurociências com o sentimento amoroso. Parte da obra de Emily Bronte,… Continue lendo…

“É possível medir a consciência? Neuroimagem funcional e evolução no entendimento do cérebro de pacientes não responsivos”, 06/10/2017, com Profa. Dra. Elisabete Castelon Konkiewitz (UFGD)

Palestra: “É possível medir a consciência? Neuroimagem funcional e evolução no entendimento do cérebro de pacientes não responsivos” Palestrante: Profa. Dra. Elisabete Castelon Konkiewitz (UFGD) Data: 06/10/2017 Horário: 08:00 Resumo: Novas técnicas de neuroimagem têm revolvido antigos conceitos. Pacientes que pareciam inconscientes surpreendem com seu padrão de ativação cerebral, revelando… Continue lendo…

História da Neurociência: visão geral [videoaula]

O Prof. Dr. Renato Sabbatini, professor da Faculdade de Ciências Médicas da UNICAMP, apresenta uma videoaula sobre a História da Naurociência (Tempo: 48:02).   De 1977 a 1979 foi cientista visitante e pós-doutorado pelo Instituto Max Planck de Neurobiologia, em Munique, Alemanha. De 1972 a 1983 foi Auxlilar de Ensino… Continue lendo…

Percepção e construção da realidade – parte 1: o cérebro integra, imagina e cria o seu mundo, por Edward Ziff e Elisabete Castelon Konkiewitz

Percepção e construção da realidade – parte 1 Edward Ziff e Elisabete Castelon Konkiewitz “Outra descoberta fundamental que eles (os impressionistas) fizeram: ao ar livre, a cor de um objeto não é invariavelmente a mesma. Ela depende da atmosfera, que filtra a luz e permite os reflexos. E a atmosfera… Continue lendo…

III Simpósio de Neurociências da Grande Dourados

III Simpósio de Neurociências da Grande Dourados: drogas de abuso, infecção pelo HIV, cérebro e comportamento A Faculdade de Ciências da Saúde (FCS) da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) vem anunciar o III Simpósio de Neurociências da Grande Dourados, o qual ocorrerá entre 13 e 15 de setembro de… Continue lendo…