Neurofisiologia da dor-por Diego Fleury de Lemos Pereira

1.INTRODUÇÃO   O termo dor, tem sua origem no latim dolor, que significa sofrimento. Em populações primitivas, a dor derivada de lesões físicas era compreendida, no entanto, aquela relacionada as doenças, eram atribuídas a forças sobrenaturais e a penalização por pecados humanos (Lent, 2008). Hoje, sabemos que a dor é… Continue lendo…

O homem moderno: sua tristeza e seu medo – por Elisabete Castelon Konkiewitz

Do ponto de vista neurobiológico, a tristeza é uma resposta normal do cérebro a experiências negativas, especialmente se estas experiências são inesperadas, e se não há saída, ou seja, independentemente da estratégia utilizada, o sofrimento se mostra inescapável. Já o medo é uma resposta a experiências (reais ou imaginadas) de… Continue lendo…

Esta maravilhosa máquina que nos faz humanos: Princípios do funcionamento do sistema nervoso- um texto para educadores-por Elisabete Castelon Konkiewitz

Noções de neurofisiologia Vamos agora nos arriscar numa tentativa de compreensão de como funciona o nosso sistema nervoso. Existem algumas “leis” de funcionamento que valem para todas as células e para todos os circuitos neurais, sejam eles responsáveis pela motricidade, sensibilidade, pensamento abstrato, sentimento de raiva, etc. Em primeiro lugar… Continue lendo…