PROCESSAMENTO VISUAL DE NÍVEL SUPERIOR (parte 3)- por Carla Geórgia Rodrigues Guimarães Souto Diego Fleury de Lemos Pereira

A visão não é um mecanismo de transmissão de informação reunindo formas em etapas, com complexidade crescente. Os processos subjacentes são altamente dinâmicos. As estratégias para interpretar a imagem envolvem circuitos corticais dependentes de experiência, em que informações são constantemente armazenadas acerca das formas de objetos observadas pelo individuo ao… Continue lendo…

APONTAMENTOS SOBRE O TRANSTORNO DE PERSONALIDADE BORDERLINE-por Daniel Salmi Valadão Borges

Introdução Os padrões de comportamento e experiência interna são as placas tectônicas que sustentam o oceano dos transtornos de personalidade. Estáveis, de longa duração, inflexíveis e persistentes, seus choques e abalos sísmicos geram ondas que varrem as praias da cognição, da afetividade, do funcionamento interpessoal e do controle de impulsos.… Continue lendo…

“O mundo trata melhor quem se veste bem”. E você? -por Elisabete Castelon Konkiewitz

Todos nós aprendemos que não se deve julgar as pessoas pela aparência, entretanto diz o ditado que a primeira impressão é a que fica. Ora, a primeira impressão é justamente a aparência. De fato, nosso cérebro é montado para registrar muitas informações ao mesmo tempo, juntá-las todas e construir em… Continue lendo…

“O processo” de Franz Kafka e as Neurociências: bases neurobiológicas do delírio- um esboço de ensaio-por Elisabete Castelon Konkiewitz

O.I O romance A história de “O Processo” se inicia subitamente, quando o personagem principal, Josef K.,  é surpreendido pela manhã em seu quarto por dois homens desconhecidos. Ele então descobre que os mesmos são policiais, funcionários da Justiça, e que ele está preso. Os guardas, porém, não sabem e… Continue lendo…

Espectro do autismo: parte 2- como sua mente funciona: orientações para pais e professores- por Elisabete Castelon Konkiewitz

A Profa Dra Elisabete Castelon Konkiewitz explica a diferença entre autismo e transtorno de conduta, transtorno de personalidade anti-social e transtorno de vínculo. Também são expostos modelos cognitivos que tentam explicar o funcionamento da mente autista. Continue lendo…

Capítulo 9-Inteligência e criatividade dentro do espectro autista, por Elisabete Castelon Konkiewitz.

Trechos do Capítulo do livro- Superdotação-processos criativos, afetivos e desenvolvimento de potenciais. Ângela Rodrigues Virgolim (Org.). Ed. Juruá. 2018 Introdução O espectro autista (EA) corresponde a um transtorno neurobio-lógico do desenvolvimento que se associa a prejuízos de comunicação, de socialização e a um comportamento repetitivo com interesses restritos (American Psychiatry Association,… Continue lendo…

Artificial Intelligence, consciousness, perception and the uniqueness of the human brain-by Edward Benjamin Ziff

The world is quantal, nearly infinite in its complexity. We must navigate this world to survive. To navigate successfully, we must reduce the complexity of the world by making categorizations. This process depends on establishing relationships between world entities and between these entities and us. The properties of objects exist… Continue lendo…

Noções de neuroanatomia e neurofisiologia-um texto para educadores, por Elisabete Castelon Konkiewitz

  O encéfalo humano é uma rede de mais de 100 bilhões de neurônios interconectados em sistemas que constroem nossa percepção sobre o mundo externo, fixam nossa atenção e controlam o mecanismo de nossas ações. A primeira etapa para se compreender a mente consiste portanto em aprender como os neurônios… Continue lendo…

Neurônios-espelho- por Alexandre Key Teruya, José Eudes Neri, Kim Soares Marinho e Thaís Gregol de Farias

Histórico Os neurônios-espelho foram descobertos por acaso em 1994, na Universidade de Parma, na Itália, pelos neurocientistas Giacomo Rizzolatti, Leonardo Fogassi e Vittorio Gallese. As descobertas foram constatadas em macacos Rhesus¹. A experiência deu-se da seguinte maneira: apesar do estudo ter como objetivo principal identificar qual área cerebral era ativada… Continue lendo…