Arquivo por tag: trauma

Condutas em Neurotrauma – Dra. Stefânia Forner e Dr. Irineu Renzi Jr.

SEXTA-FEIRA, 26 DE SETEMBRO DE 2014 Tarde-Auditório da UFGD – Campus II 14h00-18h00-Mini-curso (em português): Condutas em Neurotrauma- 14h00-14h45-Lesão Medular Traumática: da bancada à clínica- Dra. Stefânia Forner- University of Toronto/UFSC 14h45-15h30-Lesão Medular Traumática-perspectiva neurocirúrgica-Dr. Irineu Renzi Jr. (USP-RP) 16h00-16h45- Traumatismo crânioencefálico-perspectiva neurocirúrgica-Dr. Irineu Renzi Jr. (USP-RP) 16h45-18h00-mesa redonda-questionamentos, discussão e perspectivas futuras. Stefânia Forner: Doutoranda e …

Continue lendo

Link permanente para este artigo: http://cienciasecognicao.org/neuroemdebate/?p=1822

Trauma na infância e epigenética – resenha do artigo “Primate evidence on the late health effects of early-life adversity” por Lucas Shuiti

Gabriella Conti,Christopher Hansman, James J. Heckman, Matthew F. X. Novak, Angela Ruggiero, and Stephen J. Suomi; PNAS; 2012 http://www.pnas.org/content/109/23/8866.full   A relação entre as experiências vivenciadas nos primeiros anos de vida e sua influência em comportamentos na vida adulta é, hoje, indiscutível e torna-se objeto de muitos estudos atuais. As consequências mais frequentemente listadas desses traumas são a depressão, …

Continue lendo

Link permanente para este artigo: http://cienciasecognicao.org/neuroemdebate/?p=1460

A neurobiologia da formação de vínculo com pais cuidadores e com pais abusivos – resenha do artigo “The neurobiology of Attachment to Nurturing and Abusive Caregivers” por Lucas Shuiti

Regina M. Sullivan. Hastings Law Journal, 2012 Aug;63(6):1553-1570.  http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3774302/   Diversos estudos concluíram que o desenvolvimento do cérebro se faz em um palco onde a genética e as experiências da infância são os atores principais, por serem responsáveis por alterar a estrutura e o funcionamento cerebral com o intuito de se adaptar ao mundo. Essas …

Continue lendo

Link permanente para este artigo: http://cienciasecognicao.org/neuroemdebate/?p=1153

Carregar mais