«

»

set 11

Imprimir Post

A resposta do cérebro aos Inalantes

 

Neste post vamos tratar dos inalantes e o efeitos deles no nosso cérebro. Para começar, você sabe exatamente o que é um inalante?

São chamadas de inalantes uma série de substâncias aspiradas pelo nariz ou pela boca que podem ser produzidas a partir de diferentes princípios ativos. Elas fazem com que o organismo de uma pessoa produza modificações alucinógenas e depressoras – as famosas “viagens”, “baratos” ou qualquer outro nome que seja dado para estes estados alterados quimicamente. Agora vem um detalhe muito, mas MUITO importante, estes inalantes são produzidos usando-se solventes juntamente com aerossóis, gasolina, colas, esmaltes, tintas, acetonas, éter, ambientadores, vernizes, fluído de isqueiro, spray para cabelos e muitos outros. Dá para acreditar? Os solventes são capazes, por exemplo, de retirar tinta de um objeto, então imagine só o que fazem com o corpo de uma pessoa quando começam a passar pelas narinas, pelos pulmões e por aí vai? E por quê alguém faria isso? Bem, algumas pessoas mal informadas usam essas substâncias com a intensão de obter prazer e euforia, mas nem imaginam o que estão fazendo com seus cérebros, além de outras áreas do corpo.

Acontece que os vapores dos inalantes, frequentemente, contêm mais de uma substância química prejudicial. Algumas são eliminadas do corpo rapidamente, porém a maioria destas substâncias nocivas são absorvidas pelos tecidos grasos do cérebro e do sistema nervoso, onde podem permanecer por muito tempo.

Um dos tecidos grasos é a mielina, uma espécie de capa protetora que rodeia muitas células nervosas do corpo. Ela protege o neurônio. Como? Bem, imagine o sistema nervoso do nosso corpo como uma instalação elétrica, então imagine a mielina como o isolante de borracha que protege cada fio elétrico. As células nervosas no cérebro da gente e na nossa medula espinhal são como o “centro de comando” do corpo. Elas enviam e recebem mensagens que controlam quase tudo o que se pensa e faz. Uma grande estação com muito fluxo de informação.

Um problema com o uso de inalantes por muito tempo é que as substâncias químicas poder degradar a mielina. Se isso acontece, é possível que as células nervosas já não consigam transmitir mensagens.

Mais Além do Cérebro

Umas das razões porque os cientistas estão interessados no estudo sobre inalantes é porque estas substâncias químicas afetam o corpo de muitas maneiras. Alguns dos efeitos do uso destas substâncias se devem a trocas químicas no cérebro, outros são ações diretas sobre diferentes partes do corpo como o sistema circulatório.

Você sabia que alguns inalantes aumentam o tamanho dos vasos sanguíneos, permitindo maior fluxo de sangue? E outros inalantes podem fazer que o coração bata mais rápido. Isto pode ser um grave problema, especialmente se alguém inala gás butano. Por quê?

Bem, o gás butano é um dos ingredientes nos acendedores de cigarros (isqueiros) e nos aerossóis para preencher os acendedores. Este faz com que o coração se torne mais sensível a uma substância química que leva mensagens desde o sistema nervoso até o coração. Esta substância, chamada noradrenalina, faz com que o coração bata mais rápido quando se encontra em uma situação estressante, como por exemplo, quando algo te assusta de repente.

Se o coração se torna mais sensível a noradrenalina, uma dose normal da mesma pode fazer com que o coração perca momentaneamente seu ritmo e deixe de bombear sangue para o corpo. É assim que morrem algumas pessoas que usam inalantes. Os inalantes também podem causar a morte por asfixia. Isto ocorre quando os vapores inalados substituem o oxigênio nos pulmões e no cérebro. Isto é conhecido como “morte súbita por inalação”.

Trocas no Cérebro

Os danos que resultam do uso de inalantes por longo tempo podem diminuir ou deter a atividade das células nervosas em algumas partes do cérebro.

Isso pode passar para o córtex frontal, que é a parte do cérebro que resolve problemas complexos e planeja o futuro. Entretanto, se os inalantes conseguem entrar no cerebelo que é uma parte do cérebro que controla os movimentos e a coordenação motora, podem fazer com que o usuário se mova torpemente, isto é, com lentidão.

Os estudos mostram que os inalantes podem causar danos aos neurônios do hipocampo. O dano ocorre porque as células não recebem oxigênio suficiente.

Já que o hipocampo ajuda a controlar a memória, é possível que as pessoas que usam inalantes repetidamente percam a habilidade para aprender coisas novas, não reconheçam coisas familiares ou tenham dificuldade em seguir uma simples conversa.

Além disso, a capacidade de sentir odores fica bastante prejudicada, podendo ser até eliminada. E, cá entre nós, há coisas muito importantes para o uso do nosso nariz como sentir um bom perfume, sentir o cheiro de uma comida deliciosa e outros, não é mesmo?.

____________

Adaptação de texto de divulgação científica do Instituto Nacional sober el Abuso de Drogas (Institutos Nacionales de la Salud)

Por Clarisse da Silva Baptista

 


Link permanente para este artigo: http://cienciasecognicao.org/neuroteen/?p=159

6 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. sylvia joffily

    material excelente. Parabens!!!

    1. cienciasecognicao

      Agradecemos pelo elogio e venha sempre nos visitar e conhecer as novidades.

  2. ney frota

    quero saber qual o efeito de gas atingir o cerebro humano !!!! pode causar sequela ou ate uma doente pode levar a morte!?

  3. Rafaely

    muito bom, recomendo muito esse site, tira muitas dúvidas.

  4. Gustavo Borges

    Nossa, fiquei boquiaberto com essas curiosidades.

    Nunca imaginaria, por exemplo, que existem tantos bilhões de neurônios no cérebro humano. É incrível, neh?

    Abraço

  5. Glau

    Bom.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>