A RELAÇÃO ENTRE CONHECIMENTO E CRIATIVIDADE: EVIDÊNCIAS A PARTIR DE PESQUISAS COM O JOGO DE XADREZ

Autores

  • Kariston Pereira Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Florianópolis, Santa Catarina, Brasil
  • Iandra Pavanati Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Florianópolis, Santa Catarina, Brasil
  • Richard Perassi Luiz de Sousa Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Florianópolis, Santa Catarina, Brasil

Palavras-chave:

criatividade, conhecimento, inflexibilidade, jogo de xadrez

Resumo

 

Resumo

A conexão entre conhecimento e criatividade é um tema estudado pela abordagem cognitiva do processo criativo, destacando-se duas correntes: a “foundation view”, que considera o domínio do conhecimento especializado como fator de promoção da criatividade, e a “tension view”, que defende que há um limite na quantidade de conhecimento necessário à criatividade. A contradição entre as duas correntes suscita a tradicional questão do “dogmatismo” com relação ao conhecimento constituído. Pois, quando é adotada uma postura dogmática, sob o “efeito Einstellung”, não são consideradas alternativas criativas ao conhecimento já instituído como válido. Considera-se, portanto, a hipótese de que o conhecimento não impede a criatividade, e sim a promove, quando não tratado de maneira dogmática. Isso pode ser exemplificado no contexto do jogo de xadrez, que como a ciência e a tecnologia, fundamenta-se num conhecimento objetivado. O xadrez é um fenômeno muito estudado na ciência cognitiva, havendo um amplo acervo de conhecimentos formalizados a seu respeito. É um jogo de conhecimento intensivo que depende da criatividade, apresentando-se como campo de pesquisa sobre a relação cooperativa entre criatividade e conhecimento, o que é interessante também para outros domínios, incluindo o científico. © Cien. Cogn. 2011; Vol. 16 (1): 112-126.

 

Palavras-chave: criatividade; conhecimento; inflexibilidade; jogo de xadrez.

 

Abstract

The connection between knowledge and creativity is a subject studied by the creative process cognitive approach, standing out two currents: the "foundation view", which considers the grasp of specialized knowledge as a factor in promoting creativity, and the "tension view", which defends that there is a limit in the amount of necessary knowledge to the creativity. The contradiction between the two currents raises the traditional question of "dogmatism" in relation to established knowledge. Thus, when a dogmatic posture is adopted, under the "Einstellung effect," creative alternatives are not considered to the knowledge already established as valid. It can be considered, therefore, the hypothesis that the knowledge doesn't impede the creativity, serving, besides, to promote it, since it is not treated in a dogmatic way. This can be exemplified in the context of the game of chess, that as the science and the technology, it is based in an objectified knowledge. The chess is a phenomenon very studied in the cognitive science, having a wide amount of formalized knowledge about it. It is a game of intensive knowledge, in which the success depends on the creativity, presenting itself as research field about the cooperative relationship between creativity and knowledge, what is interesting also for other domains, including the scientific one. © Cien. Cogn. 2011; Vol. 16 (1): 112-126.

Keywords: creativity; knowledge; inflexibility; chess.

Biografia do Autor

Kariston Pereira, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Florianópolis, Santa Catarina, Brasil

Bacharel em Ciência da Computação (UDESC), Mestre em Ciência da Computação (UFSC), Doutorando em Engenharia e Gestão do Conhecimento (UFSC). Atua como Professor no Departamento de Ciência da Computação (CCT/UDESC).

Iandra Pavanati, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Florianópolis, Santa Catarina, Brasil

Bacharel Licenciada em História (UDESC), Mestre em Educação (UFSC), Doutoranda em Engenharia e Gestão do Conhecimento (UFSC). Atua como Professora no Departamento de Química (CCT/UDESC).

Richard Perassi Luiz de Sousa, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Florianópolis, Santa Catarina, Brasil

Bacharel em Desenho de Propaganda e Licenciado em Artes Plásticas pelo curso de Educação Artística (UFJF), Mestre em Educação (UFMS), Doutor em Comunicação e Semiótica (PUC-SP). Atua como Professor no Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento (EG/UFSC) e no Departamento de Expressão Gráfica(CCE/UFSC).

Publicado

2011-03-30

Como Citar

Pereira, K., Pavanati, I., & Sousa, R. P. L. de. (2011). A RELAÇÃO ENTRE CONHECIMENTO E CRIATIVIDADE: EVIDÊNCIAS A PARTIR DE PESQUISAS COM O JOGO DE XADREZ. Ciências & Cognição, 16(1). Recuperado de http://cienciasecognicao.org/revista/index.php/cec/article/view/417