Nossa proposta

O blog Neurociências em Debate é uma iniciativa dos professores Alfred Sholl-Franco, Gláucio Aranha e Elisabete Castelon Konkiewitz com o intuito de reunir pessoas com interesse pelas Neurociências. Como já é sabido, estas envolvem as mais diversas áreas do conhecimento que buscam com os seus recursos compreender o homem: seu comportamento, seu pensamento e suas emoções. A idéia é integração, esforço conjunto, troca e soma.

No passado, os cientistas, os filósofos e os artistas (Kepler, Galileu, Darwin, Kafka,dentre inúmeros outros) relatavam seus experimentos, seus achados e suas concepções através de longas epístolas, alimentando seus espíritos através deste intercâmbio, que lhes mostrava que não estavam sozinhos em suas buscas e que valeria a pena continuar, apesar de todos os empecilhos e restrições. Ao longo da história, tantas e tantas vezes a posteridade foi testemunha dos frutos destes esforços, que, de início, pareciam pouco pragmáticos e até mesmo sem sentido. Se é verdade que grandes feitos e descobertas foram aquisições individuais, dádivas de gênios isolados à humanidade, também é verdade que muitas vezes, e mesmo nesses casos, houve cooperação (como exemplos, Goethe e Schiller, Watson e Crick, o casal Curie). A anteposição, e mesmo a disputa, de idéias refaz o questionamento e amplia a perspectiva sobre um determinado problema.

Atualmente, os cientistas e pensadores são muito mais numerosos e não sofrem (pelo menos, não como em períodos anteriores) perseguições religiosas e políticas, mas há dificuldades de outra natureza. Vivemos em um mundo de valorização de empreendimentos rápidos, que tragam soluções práticas com aplicabilidade imediata, em uma época, em que o ensino corre o risco de se reduzir à transmissão de manuais de instrução e a pesquisa à repetição de fórmulas e roteiros já percorridos, sendo difícil acreditar e persistir em atividades que não se enquadrem nestes critérios. Outro problema é que o processo de “superespecialização” criou profundos conhecedores de áreas muito restritas, por vezes, incapazes de vislumbrar, compreender e contribuir nos questionamentos de disciplinas próximas. De um modo geral, o conhecimento cresceu enormemente em complexidade, mas perdeu nas mentes individuais a sua amplitude. Reagindo a este contexto, a proposta deste blog é a de fomentar a curiosidade, a indagação e o interesse pelas Neurociências no Brasil, de um modo geral e nas instituições de ensino em particular e também criar um espaço para a comunicação transdisciplinar.

Tendo os grandes mestres do passado, e suas memoráveis epístolas como inspiração, ainda que nos pareçam inalcançáveis, e buscando conservar o mesmo espírito de visão ampla, de persistência e de paixão, o blog, no entanto, como forma de comunicação rápida, dinâmica e aberta, é uma resposta às mudanças do nosso tempo, em que o conhecimento se transforma constantemente e flui entre vários grupos e atores sociais.

Todos os que se identificarem com a proposta estão convidados a participar com ensaios, fragmentos, observações, notícias e comentários.

As contribuições poderiam ser, por exemplo, uma resenha de livro, um comentário crítico de um artigo científico, de uma exposição, ou de um evento relacionado às Neurociências, um breve ensaio, uma nova proposta de pesquisa, de modelo explicativo, um questionamento, etc.

Poderíamos criar um espaço de construção do conhecimento através deste novo recurso midiático, lançando reflexões de diversos autores sobre um determinado tema. Assim, o blog funcionaria como “sinapses”, conectando pensamentos de múltiplas áreas que dialoguem com as Neurociências.

Se por um lado, não seguiremos o rigor formal de uma revista científica indexada, o que nos trará maior velocidade, dinamismo e liberdade, por outro lado, atentaremos para não incorrer na banalização, superficialização e empobrecimento das questões voltadas para as Neurociências.

Que este seja um espaço criativo e inspirador para todos nós!

Elisabete Castelon Konkiewitz

Coordenadora do blog

22 thoughts on “Nossa proposta

  • 19/06/2021 em 15:49
    Permalink

    Que proposta maravilhosa, sou novato no campo das neurociências e um local como esse me ajudará muito assim como está ajudando muita gente com toda a certeza.

    Resposta
  • 09/01/2021 em 13:27
    Permalink

    Adorei a iniciativa , estou somente hoje 7.1.2021 conhecendo esse site maravilhoso com informacoes tao importantes e confiáveis . meus parabéns obrigada !!!

    Resposta
  • 24/10/2020 em 1:27
    Permalink

    Ótimas contribuições para um maior enriquecimento de minha prática pedagógica e, assim, oferecer um aprendizado de qualidade.

    Resposta
  • 11/09/2020 em 13:15
    Permalink

    Fico feliz de ouvir ler a proposta do blog procurava um espaço com essa visão . E já me declaro fã de vocês .

    Resposta
    • 13/12/2020 em 13:48
      Permalink

      É muito prático, claro na abordagem. Obrigada ☺️

      Resposta
  • 09/03/2020 em 0:25
    Permalink

    Tentei publicar recebi uma nota falando que já havia publicado isso, é minha primeira vez no blog!

    Resposta
  • 09/03/2020 em 0:22
    Permalink

    Correndo em busca de mais informações, sobre o tema psicose, esbarrei no blog nunca tinha ouvido falar , senti-me , quase aliviado, quando li a proposta do blog, desejo ir o mais profundo que essa pesquisa me leve, é uma pesquisa independente, não tenho grandes recursos, eu os retiro de meu acanhado salário de professor, para aquisição de material de pesquisa, gostaria de usar o espaço para convidar outros interessados no assunto a contribuírem com informações e formar um grupo de estudos, específico, para psicose. Sou psicanalista, tenho especialização e mestrado em psicanálise, gostaria de poder contribuir no tratamento dessa forma de “degeneração do cérebro humano”, coloco-me à Total disposição para ajudar no que possa , meu contato é : lientchi@yahoo.com.br, vejo esse e-mail uma vez por semana na segunda feira , aguardo notícias.

    Resposta
  • 22/11/2019 em 21:22
    Permalink

    Parabens, Estou reaizando pesquisas relacionadas a lesao cerebral, causada por parada cardiaca, me filha está home care, a vista do ocorrido, tenho em mente, um siste ma de emissão de ondas, em baixa voltagem, para reativar ou desinibir as funçoes lesadas de neuronios, de modo que hajados axionios. Sei que a musica muito ajuda, os
    estimulos dos dedos indicadores, tambem ajudam. Expuz a ideia, mas na verdae gostaria que se possivel, me indicassem alguma metodologia, capaz de contribuir para a recuperação de minha filha.
    Grato

    Resposta
  • 22/06/2017 em 20:28
    Permalink

    Amei, é do meu interesse como professora e avó uma menina com DPAC aprender cada vez mais, para poder auxiliar essas crianças e seus pais, durante o período escolar.

    Resposta
  • 01/06/2017 em 19:20
    Permalink

    Olá dra. Elisabete, gostaria de saber se há no Rio de Janeiro algum especialusta em afasia decorrente de AVC.
    A paciente mistura ou confunde palavras ao tentar expressa-las.
    Faz tratamento con fonoaudiólogo há 4 anos, sem evolução consistente.
    Agradeço a atenção,
    Raquel

    Resposta
  • 27/06/2015 em 12:19
    Permalink

    Gostaria de saber como posso me inscrever para receber e-mails sobre cursos e outras programações de vocês. Obrigada

    Resposta
    • 28/06/2015 em 14:55
      Permalink

      Oi, Sônia!
      Basta acompanhar o blog.
      abs

      Resposta
  • 01/02/2015 em 23:51
    Permalink

    Parabens Olga, Estevao e demais colaboradores do Blog. Esta iniciativa certamente responde a necessidade de que os professores e pais saibam como o cerebro aprende e desenvolve novas competencias. Vou seguir o blog com certeza!

    Resposta
  • 27/09/2013 em 22:53
    Permalink

    Parabens pelo blog, gosto muito de noticias sobre o funcionamento do cerebro, em especial ao que se refere a estudo sobre ensino aprendizagem.

    Resposta
    • 29/11/2013 em 10:48
      Permalink

      Olá, Angelina!
      Obrigada pelas suas sinceras palavras. Isto nos estimula muito.
      Continue nos prestigiando.
      Abraços
      Elisabete Castelon Konkiewitz

      Resposta
  • 24/08/2013 em 19:15
    Permalink

    Olá, desenvolvo pesquisa relacionada aos processos mentais relacionados ao ensino-aprendizagem em biologia, em ema escola pública de Porto Alegre/RS. Tenho trabalhado há alguns anos com representações mentais e campos conceituais (uma linha pós-construtivista). Tenho alguns materiais que gostaria de discutir com vocês.

    Um abraço
    Karen Tauceda

    Resposta
    • 27/08/2013 em 2:08
      Permalink

      Oi, Karen! Que bom!
      envie-me um mail.
      abs

      Resposta
  • 09/04/2013 em 16:31
    Permalink

    Parabéns! Estou feliz em conhecer esse blog, e farei muito uso dele. Sempre estou navegando e procurando algo dentro da neurociência.
    Tenho um blog ainda simples onde faço ensaios e comentários sobre Dança/Neuroeducação , são trabalhos que realizo dentro das escolas públicas do Município do RJ. Investigo cognição e corporeidade, corpo em movimento no processo ensino/aprendizagem usando como estratégia a beleza e os princípios da Dança Contemporânea.Se possível façam uma visita.
    Um abraço.

    Resposta
    • 23/04/2013 em 11:34
      Permalink

      Oi,Rosilene!
      Envie-nos algo sobre o seu trabalho. Podeser fotos das alunas, das aulas, depoimentos das alunas, uma descrição do seu trabalhos, etc…
      abs

      Resposta
  • 26/07/2012 em 19:21
    Permalink

    Tive o privilégio de tomar conhecimento da interessantíssima iniciativa deste Blog através de pesquisa autodidática que realizei na rede, principalmente no que se refere à vanguarda em Neurociência através dos trabalhos realizados pelo Dr. John-Dylan Haynes (pesquisador do Centro Bernstein para Neurociência Computacional de Berlim).
    Parabéns à todos vcs.

    Resposta
    • 27/07/2012 em 11:26
      Permalink

      Olá, Marcus! Agradecemos pelo elogio. Continue acompanhando nosso blog, pois estaremos sempre atualizando o conteúdo e esteja livre para comentar, perguntar e se expressar.

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *