ESCOLARES PRATICANTES DE XADREZ ACERTAM MAIS E SÃO MAIS RÁPIDOS EM TAREFA DE TOMADA DE DECISÃO

Autores

  • Claudio Reis Araújo Graduado em Licenciatura e Bacharelado em Educação Física pela UFV, Especialista em Treinamento Desportivo pela Universo Salgado de Oliveira e em Educação Especial pela UESC. Atua como Professor do Ensino Básico da Secretaria de Educação do Estado da Bahia e da Secretaria de Educação do Município de Itabuna/BA
  • Francisco Assis Souza Leone Graduado em Licenciatura em Educação Física pela Faculdade Montenegro, Especialista em Educação Física Escolar pela Faculdade Montenegro. Atua como Professor do Ensino Básico da Secretaria de Educação do Estado da Bahia e da Secretaria de Educação do Município de Itabuna/BA.
  • Antônio Renato Pereira Moro
  • Marcos Rodrigo Trindade Pinheiro Menuchi Universidade Estadual de Santa Cruz

Palavras-chave:

xadrez, tomada de decisão, tempo de reação, eficiência, eficácia

Resumo

Resumo                                                                                   

O xadrez vem sendo utilizado como um recurso pedagógico para potencializar habilidades cognitivas de escolares. Dentre estas habilidades, destaca-se a tomada de decisão, fundamental em diversas atividades acadêmicas, contudo ainda são poucos os estudos que mostram os efeitos da prática do xadrez na eficiência e eficácia da tomada de decisão. Assim, o objetivo deste estudo foi verificar o efeito da prática do xadrez na habilidade cognitiva de tomada de decisão em escolares do ensino fundamental. Para tanto, 44 escolares de 7 a12 anos de idade foram distribuídos em dois grupos (22 escolares sem contato com o xadrez e 22 escolares praticantes de xadrez na escola). Todos os escolares foram avaliados pelo Software Stroop Task v.1.0, através do qual o tempo de reação de escolha e a qualidade da escolha (relação erro/acerto) foram contabilizados. Os resultados mostraram que os escolares praticantes de xadrez na escola tomam decisões em menor tempo (t = 2,3068; p < 0.05) e menor número de erros (X² = 112,061; p < 0.001) que escolares que nunca tiveram contato com o xadrez. Futuros estudos necessitam investigar o impacto destas capacidades nas atividades acadêmicas, ampliando o entendimento sobre os processos envolvidos na cognição e ação.

Palavras-chave: xadrez; tomada de decisão; tempo de reação; eficiência; eficácia.

 

Abstract

Chess has been used as a teaching resource to enhance cognitive skills of students. Among these skills highlights the decision making, critical in various academic activities. However, there are few studies that show the effects of the practice of chess in the efficiency and effectiveness of decision making. The objective of this study was to investigate the effect of the practice of chess in the cognitive ability of decision making in primary schools. To this end, 44 students aged 7 to 12 years old were divided into two groups (22 students without contact with chess and 22 school practitioner’s chess in school). All students were assessed by the Stroop Task Software v.1.0 where the reaction time of choice and the quality of choice (correct/incorrect choice) were recorded. Results showed that practicing school chess in school make decisions in less time (t = 2,3068; p < 0.05) and fewer errors (X² = 112,061; p < 0.001) than students who never had contact with chess. Futures studies need to investigate what impact these skills in academic activities, expanding the understanding of the processes involved in cognition and action.

Keywords: chess, decision making, choice reaction time; effectiveness; efficacy.

Biografia do Autor

Antônio Renato Pereira Moro

Graduado em Licenciatura Plena em Educação Física pela UFSM, Mestre em Ciências do Movimento Humano pela UFSM e Doutor em Ciências do Movimento Humano pela UFSM. Atua Professor Associado do Departamento de Educação Física da UFSC.

Marcos Rodrigo Trindade Pinheiro Menuchi, Universidade Estadual de Santa Cruz

Graduado em Licenciatura em Educação Física pela UNESP/Rio Claro, Mestre em Ciências da Motricidade pela UNESP/Rio Claro. Atua como Professor Assistente do Departamento de Ciências da Saúde da UESC.

Publicado

2014-12-29

Como Citar

Araújo, C. R., Leone, F. A. S., Moro, A. R. P., & Menuchi, M. R. T. P. (2014). ESCOLARES PRATICANTES DE XADREZ ACERTAM MAIS E SÃO MAIS RÁPIDOS EM TAREFA DE TOMADA DE DECISÃO. Ciências & Cognição, 19(3). Recuperado de https://cienciasecognicao.org/revista/index.php/cec/article/view/964

Edição

Seção

Artigos Científicos / Scientific Articles