EXPERIÊNCIAS FORA DO CORPO: ASPECTOS HISTÓRICOS E NEUROCIENTÍFICOS

Autores

  • José Felipe Rodriguez de Sá
  • Sérgio Arthuro Mota-Rolim Instituto do Cérebro - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Av. Nascimento de Castro 2155, Bairro Nova Descoberta, CEP 59056-450, Natal, RN, Brasil.

Palavras-chave:

Experiência fora do corpo, autoscopia, projeção astral, experiência de quase morte

Resumo

Resumo 

A experiência fora do corpo (EFC) é definida como uma sensação subjetiva da própria mente de ter saído dos limites físicos do corpo, tendo uma longa história registrada em diversas culturas. Conhecida também como “desdobramento do espírito” ou “projeção astral” nos círculos esotéricos, a EFC é estreitamente ligada à autoscopia, que é a experiência do sujeito enxergar o próprio corpo físico como se o mesmo estivesse distante. Na presente revisão bibliográfica, faremos inicialmente um breve apanhado histórico das EFC, principalmente na sua relação com as tradições Egípcia, Budista, Teosófica e Espírita. Posteriormente, nos deteremos aos achados neurocientíficos mais recentes sobre o tema, enfatizando os mecanismos centrados nas regiões do giro angular e junção temporoparietal. Estas regiões são responsáveis pela integração das informações visuais, auditivas, vestibulares e somestésicas, participando assim da formação da imagem corporal e, consequentemente, da noção de eu. Por último, discutiremos aspectos clínicos relacionados com a EFC, que passa a ser considerada doença se acontecer de forma frequente ou intensa, causando algum prejuízo físico, mental e/ou social a quem a experimenta.

Palavras-chave: Experiência fora do corpo; autoscopia; projeção astral; experiência de quase morte.

 

Abstract

The out-of-body experience (OBE) is defined as a subjective feeling that the own mind have come out of the body's physical limits, which has a long recorded history in various cultures. Also called as "unfolding of the spirit" or "astral projection" in esoteric language, the OBE is closely linked to autoscopy, which is the experience of the subject to see his/her own physical body as if it is far away. In this review article, we will initially describe a brief history of OBE, especially in its relationship with the Egyptian, Buddhist, Theosophical and Spiritualist traditions. Subsequently, we will focus on the latest neuroscience findings on this theme, emphasizing the mechanisms centered on the angular gyrus and the temporo-parietal junction. These regions are responsible for the integration of visual, auditory, vestibular and somesthesic information, thereby participating in the formation of body image, and consequently, the notion of "self". Finally, we will discuss clinical aspects that are related to the OBE, which is considered a disease when happens too frequent or intense, causing any physical, mental and/or social harm to those who experience it.

Keywords: Out-of-body experience; autoscopy; astral projection, near-death experience. 

Biografia do Autor

José Felipe Rodriguez de Sá

Formado em Psicologia pela Universidade Salvador (UNIFACS); Pós-Graduado no Curso de Psicoterapia Analítica do Instituto Junguiano da Bahia (IJBA).

Sérgio Arthuro Mota-Rolim, Instituto do Cérebro - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Av. Nascimento de Castro 2155, Bairro Nova Descoberta, CEP 59056-450, Natal, RN, Brasil.

Graduado em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), tem Mestrado em Neurociência pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) e Doutorado em Neurociência pela UFRN.

Publicado

2015-04-30

Como Citar

de Sá, J. F. R., & Mota-Rolim, S. A. (2015). EXPERIÊNCIAS FORA DO CORPO: ASPECTOS HISTÓRICOS E NEUROCIENTÍFICOS. Ciências & Cognição, 20(1). Recuperado de https://cienciasecognicao.org/revista/index.php/cec/article/view/985

Edição

Seção

Neurociências / Ciências da Saúde / Ciências Cognitivas